O que é Fenomenologia?

Fenomenologia é um termo estudado na filosofia e aplicado na maneira de interpretar a realidade das coisas seja para o filósofo, psicólogo, antropólogo, entre outros profissionais de humanas e saúde. Sua reflexao se foca na importância dos fenômenos da consciência, os quais devem ser estudados em si mesmos

O interesse para a Fenomenologia não é o mundo que existe, mas sim o modo como o conhecimento do mundo se realiza para cada pessoa. A redução fenomenológica requer a suspensão das atitudes, crenças, teorias, e colocar em suspenso o conhecimento das coisas do mundo exterior a fim de concentrar-se a pessoa exclusivamente na experiência em foco, porque esta é a realidade para ela.

Redução fenomenológica significa, portanto, restringir o conhecimento ao fenômeno da experiência de consciência, desconsiderar o mundo real, colocá-lo "entre parênteses", o que no jargão fenomenológico não quer dizer que o filósofo deva duvidar da existência do mundo como os idealistas radicais duvidam, mas se preocupar com o conhecimento do mundo na forma que se realiza e na visão do mundo que o indivíduo tem.

Para a fenomenologia, a consciência é caracterizada pela intencionalidade, porque ela é sempre a consciência de alguma coisa. Essa intencionalidade é a essência da consciência que é representada pelo significado, o nome pelo qual a consciência se dirige a cada objeto.

A redução à ideia consiste na análise da consciência para encontrar sua essência. Isto porque não podemos nos livrar da subjetividade e ver as coisas em si mesmas, pois em toda experiência de consciência estão envolvidos o que é informado pelos sentidos e o modo como a mente enfoca aquilo que é informado.

Autores relacionados ao pensamento fenomenologico: Franz Bretano, Edmund Husserl, Max Scheler, Martin Heidegger, Maurice Merleau-Ponty, Jean Paul Sartre, Karl Jaspers, Friedrich Perls.

A fenomenologia é uma abordagem do conhecimento criada por Edmund Husserl. Hegel foi o primeiro a usar a palavra “fenomenologia”, para com ela indicar o conhecimento que a consciência tem de si mesma através dos demais fenômenos que lhe aparecem.

Os principais objetivos da fenomenologia são: analisar intencionalidade da consciência humana, compreender e interpretar os fenômenos que se apresentam à percepção.

Trata-se de um estudo de como os fenômenos ou eventos são percebidos pelo indivíduo. O método fenomenológico se define como uma “volta as coisas mesmas”, isto é, aos fenômenos, aquilo que aparece à consciência, que se dá como objeto intencional.

Para a fenomenologia, toda consciência é “consciência de alguma coisa”. A consciência não é uma substância, mas uma atividade constituída por atos (percepção, imaginação, especulação, volição, paixão, etc.), com os quais visa algo.

A tentativa de voltar as coisas mesmas: "consiste em retornar ao mundo da vida, tal qual aparece antes de qualquer alteração produzida por sistemas filosóficos, teorias científicas ou preconceitos do sujeito: retornar à experiência vivida e sobre ela fazer uma profunda reflexão que permita chegar à essência do conhecimento, ou ao modo como este se constituiu no próprio existir humano" (Forghieri)

Percepção é um modo de nossa consciência se relacionar com o mundo exterior pela mediação de nosso corpo. É um certo modo de a consciência relacionar-se com as coisas, quando as toma como realidades qualitativas. É uma vivência, uma forma de conhecimento dotada de estrutura

A consciência é sempre “consciência de”, a que Husserl dá o nome de intencionalidade. A consciência é um ato intencional e sua essência é a intencionalidade, ou o ato de visar as coisas, dando-lhes significação. O mundo ou a realidade é o correlato intencional da consciência. A consciência é uma pura atividade, o ato de constituir significações, dando sentido ao vivido das coisas

Fenômeno é tudo o que se apresenta através dos órgãos dos sentidos. Aquilo que, do mundo externo se oferece ao sujeito do conhecimento, sob estruturas cognitivas da consciência (Kant). Tudo o que aparece só pode aparecer para uma consciência e a própria consciência mostra-se a si mesma no conhecimento de si, sendo ela própria o fenômeno (Hegel)


"A verdadeira filosofia consiste em reaprender a ver o mundo"
(Merleau-Ponty)

0 comentarios:

Postar um comentário

Sobre as citações

As citações expostas nesta página têm por único objetivo promover e difundir valores culturais e conhecimento, muitas pessoas não teriam acesso de outra maneira a este tesouro cultural pertencente a toda humanidade. De nenhuma maneira se pretende obter algum benefício financeiros por meio disto, e se algum autor ou compositor, representante legal ou contenedor de direitos considera que a exposição de algum material em particular afeta seus direitos de autor, peço que comunique a fim de proceder a remover qualquer link, obrigado.

Facebook