Quem foi René Descartes?

René Descartes foi um filósofo, matemático e cientista francês. Sua filosofia é denominada Cartesianismo (de Cartesius, seu nome em latim). Teve maior interesse pela matemática, fundou a geometria analítica e originou as coordenadas cartesianas e curvas cartesianas. Para a álgebra ele contribuiu com o tratamento de raízes negativas e a convenção da notação de expoentes.

Descartes também contribuiu para a óptica, fisiologia e psicologia. Seu “Discurso sobre o Método” e “Meditações” contém importantes teorias filosóficas. Seu objetivo era o de ampliar o método matemático para todas as áreas do conhecimento humano, tentando se distanciar dos sistemas autoritários dos filósofos escolásticos e dando início à dúvida.

Logo, o questionador precisa existir. Essa é à base de sua famosa afirmação "Cogito, ergo sum" ("Penso, logo existo"). A partir dessa certeza, Descartes expandiu o conhecimento, passo a passo, para admitir a existência de deus (como primeira causa) e a realidade do mundo físico, o qual ele tem como mecanicista e completamente separado da mente; a única conexão entre os dois seria a intervenção de deus.

Breve histórico de Descartes:
  • A dúvida metódica – a busca da certeza
  • Crítica dos conhecimentos sensíveis e racionais – o argumento do “Malin Gene” (gênio Maliz Maligno)
  • A intuição da primeira verdade indubitável (uma coisa que penso), isto é como alguma ou mente. Diferença entre o ato de pensar e a coisa pensada.
  • O sol pscismo (isolamento do eu) só há certeza quando a existência do eu e dos seus pensamentos.
  • Exame das idéias. Distinção entre idéias confusas e obscuras de um fato claro e distinto do outro. As idéias claras e distintas são, na maioria, idéias matemáticas são divididas enquanto a hipótese do gênio não foi derrubada.
  • Descartes encontrou entre as suas idéias; uma única que tem em não mesma a garantia da existência do ser a que se refere. Trata-se da idéia de Deus, pouco da existência de Deus existe, pois a “res infinita”, substância criadora.
  • Deus será a garantia da verdade das idéias claras e distintas. Existe o mundo exterior pensando por eles. Trata-se de “res extensa” substância física ou material. Descartes recupera o mundo físico destruindo, porém de todas as qualidades sensíveis: um mundo de relações matemáticas.
  • Assim, Deus, substância criadora, criou a res cogitano e a res extensas, substâncias criadas e deu a primeira os instrumentos para pensar a segunda, isto é, a razão, o pensamento geométrico ou material maético.
  • O dualismo cartesiano – o comportamento animal o arco reflexo – A vontade tem se de na alma.
  • O Mecanismo e o Problema Mente-Corpo

0 comentarios:

Postar um comentário

Sobre as citações

As citações expostas nesta página têm por único objetivo promover e difundir valores culturais e conhecimento, muitas pessoas não teriam acesso de outra maneira a este tesouro cultural pertencente a toda humanidade. De nenhuma maneira se pretende obter algum benefício financeiros por meio disto, e se algum autor ou compositor, representante legal ou contenedor de direitos considera que a exposição de algum material em particular afeta seus direitos de autor, peço que comunique a fim de proceder a remover qualquer link, obrigado.

Facebook