Cronologia de Sigmund Freud (1856-1939)


1856: Nascimento de Sigmund Freud - 6 de maio, Moravia.
1859: Freud muda-se para Vienna.
1873: decide estudar Medicina.
1876: pesquisa as Glândulas Sexuais das Enguias.
1877: publica sobre o Sistema Nervoso das Lampreias.
1878: amizade com Breuer (que lhe empresta $ p\ estudar).
1879: estuda conceitos Neurológicos da Psiquiatria.
1880: permanece um ano no serviço militar (lê sobre socialismo, Platão, operário, etc)
1882: ingressa na Clínica Médica; fica sabendo de Anna O. (caso de Breuer).
1885: trabalha com histéricos e inicia os estudos de Hipnose com Charcot (em Paris).
1886: conferência em Vienna sobre a histeria (muito mal recebido); casa-se c\ Martha.
1887: troca cartas com Fliess.
1888: Estudos sobre Histeria vol. II (hipnóide, devaneio, método catártico, casos).
1891: publica livro sobre Afasia (perda de poder de expressão).
1892: artigo sobre Tratamento Hipnótico com Breuer; Inicia a Associação Livre.
1893: formula a Teoria da Sedução (dura 4 anos); percebe que a Histeria se dá por algo que ocorreu, não foi aceito e retorna de alguma forma ao individuo (lembrança+trauma);
escreve artigo necrológico sobre Charcot e outro sobre as Paralisias Histéricas.
“Comunicação Preliminar” – ‘Sobre os Mecanismos Psíquicos dos Fenômenos Histéricos’ (Breuer e Freud)
1894: Artigo ‘Neuroses de Culpa’ / “As Psiconeuroses/Neuropsicoses de Defesa”: idéia inadmissível a consciência é jogada de fora, cria-se uma neurose para se defender do que não se pode aceitar, transformando o afeto em algo somático;
separa histeria, neurose obsessiva, fobias e outras neuroses.
1895: lançamento de ‘Estudos sobre Histeria’ (Freud e Breuer) e ‘Obsessão e Fobias’;
percebe que fatos externos determinam a patologia, com freqüência eram fatos infantis, por vezes ligação nítida (outras simbólica), traumas psíquicos são as causas desencadeadoras, comum serem vários traumas, lembrança do trauma age como corpo estranho e agente da ação;
“Projeto para uma Psicologia Científica”
1896: explosão de violentos sentimentos negativos contra Breuer;
escandaliza seu auditório numa conferência sobre a etiologia sexual da histeria;
morte de Jackob Freud (seu pai);
sexual: relação genital (depois: período anal, oral, etc.).
1897: viagem à Itália; descoberta do Complexo de Édipo (nome tragédia grega), abandona a teoria da sedução.
1898: prepara a “Psicopatologia da Vida Cotidiana”;
publica “O Mecanismo Psíquico do Esquecimento”.
1899: publicação de “Lembranças Encobridoras”;
lançamento de “A Interpretação dos Sonhos” (datada em 1900 pela editora)
1900: marco do nascimento da Psicanálise com o inconsciente, a publicação da “Interpretação dos Sonhos” e o começo do Caso Dora.
1901: publicação de “A Psicopatologia da Vida Cotidiana”;
“Projeto para uma Psicologia Científica” (texto que Freud não publica);
relação com Fliess começa a se deteriorar.
1904: inicia a correspondência com Bleuler (de Zurique).
1905: “Três ensaios sobre a Sexualidade”; “Os Chistes e sua relação com o Inconsciente”; “Caso Dora” (fragmentos de análise de um caso de histeria).
1907: visita Jung (conversam por 13 horas)
1909: “O Pequeno Hans” – “O Homem dos Ratos” (caso dos cavalos / neurose obsessiva);
1910: fundação da Sociedade Internacional da Psicanálise, Jung ocupa a presidência;
“Cinco Lições sobre a Psicanálise”.
1911: cria a 1a tópica; demite Adler (teoria do poder).
1914: demissão de Jung.
1915: composição de vários ensaios sobre a Metapsicologia (além da Psicologia).
1917: “Luto e Melancolia” (doença narcísica).
1918: “O Homem dos Lobos” (história de uma neurose infantil).
1920: “Além do Princípio do Prazer”
1921: “Psicologia de Grupo e Análise do Ego”
1923: com 67 anos, tem câncer na mandíbula, passa por 32 operações.
1925: publica “O Ego e o Id” – 2a Tópica; estudo auto-biográfico.
1926: “Inibições, Sintomas e Ansiedades”.
1933: nazistas queimam as obras de Freud em Berlim.
1937: “Análise Terminável e Interminável”.
1938: Freud vai para a Inglaterra fugindo de nazistas e atende muitos pacientes por lá.
1939: morte de Freud em 23 de setembro.

0 comentarios:

Postar um comentário

Sobre as citações

As citações expostas nesta página têm por único objetivo promover e difundir valores culturais e conhecimento, muitas pessoas não teriam acesso de outra maneira a este tesouro cultural pertencente a toda humanidade. De nenhuma maneira se pretende obter algum benefício financeiros por meio disto, e se algum autor ou compositor, representante legal ou contenedor de direitos considera que a exposição de algum material em particular afeta seus direitos de autor, peço que comunique a fim de proceder a remover qualquer link, obrigado.

Facebook