Sugestão para avaliação da atividade educativa

A maioria dos professores realizam avaliações para pontuar quanto o aluno guardou de conhecimento que lhe foi transmitido, dificilmente paramos para refletir sobre o conteúdo ou se o estudante faz bom uso dele. Acreditando na possibilidade outras maneiras de trabalhar a educação, sugiro abaixo uma prática de avaliação da atividade educativa, um pouco diferente, onde o educando avalia sua relação com as atividades e o desempenho do educador.

Essa atividade foi criada partindo de ideias que surgiram da relação com os jovens, na necessidade de se obter um retorno das atividades realizadas, com referências do CENPEC. Pedi aos educandos que preencham uma folha (metade de um A4), sendo um lado partido em dois com os sinais de "+" (positivo) e "-" (negativo), onde é preenchido o que tem sido positivo e o que tem sido negativo nas atividades educativas, e, no verso, um espaço aberto para sugestões, onde se pode escrever o que poderia ser feito.

Com a intenção de proporcionar liberdade e garantir o sigilo das informações, pedi aos educandos dobrar o papel após o preenchimento e guardar numa sacola. Em outro momento, esses papéis podem ser lidos pelo educador e utilizados para repensar a prática educativa, inclusive a leitura pode ser um momento de partilha e diálogo com a turma, associando os pontos positivos, negativos e sugestões em comum.

Segue abaixo como exemplo, as anotações que recebi dos educandos de uma das avaliações feita em 2011, com turmas da Escola Estadual Vinícius Meyer (Pouso Alegre, MG), pelo Programa Jovens Urbanos. Obs.: os resultados estão um em seguida do outro, porém cada resposta é de um educando, tal como cada um respondeu.

(+) POSITIVO
  • "Os passeios são bem legais e a aula comunicativa"
  • "Boas reflexões"
  • "Atividade me fez mostrar o que pensam de mim"
  • "Separar as panelas para conhecer as pessoas"
  • "Reflexões da vida também das pessoas que passaram por nossa vida"
  • "As atividades dentro e fora da sala, principalmente fora da sala"
  • "Desenvolvimento dos trabalhos, exploração dos bairros, tá muito legal as atividades"
  • "Exploração pelo bairro"
  • "Intervalo"
  • "Atividades fora da sala"
  • "Interatividade"
  • "Eu gostei muito da 1ª atividade de hoje, que era para escrever sobre uma pessoa que marcou sua vida, acho que me ajudou a refletir"
  • "Tava tudo bom"
  • "Conhecer sobre nossos direitos"
  • "Poder montar a equipe"
  • "As atividades foram legais: as apresentações, a exploração pelo bairro"
  • "O grupo teve unido essa semana, as atividades oferecidas pelo professor teve bom rendimento e aproveitamento"
  • "As atividades estão cada vez mais animadas"

(-) NEGATIVO
  • "Algumas atividades são difíceis e tem muito pouco tempo pra fazer tudo..."
  • "Muita conversa"
  • "Odeio aulas teóricas"
  • "Escreve muito"
  • "Escrever sobre quem marcou sua vida"
  • "Escrever quem marcou sua vida foi meio difícil"
  • "Na aula anterior não poder montar a equipe"
  • "A aula tem que ser mais dinamica, para assim o grupo pode ser tornar mais unido"
  • "Muito pouco tempo para terminar os trabalhos"

SUGESTÕES
  • "Deveria ter mais atividade ao ar livre."
  • "Atividades para orientar a profissão que queremos seguir"
  • "Atividades pra falar mais de nós - sobre família, amigos"
  • "Música durante a aula"
  • "Quando aluno não fizer silêncio colocar ele do lado de fora da sala e dar uns conselho"
  • "Liberar um futebolzinho no pátio"
  • "Mais atividades fora da sala, excursões"
  • "Liberar pra jogar bola"
  • "Vamos fazer um piquenique, pela mor de Deus"
  • "Mais atividades artísticas e ao ar livre"

É muito interessante e importante para o educador conhecer e entender o que pensam e como se sentem os educandos, inclusive o que eles sugerem para a prática educativa, pois acredito que a atividade não se faz somente pelos educadores, mas num processo dialógico entre os educadores e educandos. Inclusive, partindo do referencial da Pedagogia Popular, é com as necessidades dos educandos que se prepara as atividades educativas.

Partindo da realidade recebida, conseguimos liberar um espaço para os jovens jogarem futebol durante intervalo das atividades, procurei realizar mais atividades fora do espaço da sala de aula e mais interativas, preparei mais de um encontro sobre profissões a seguir e maneiras de se relacionar no ambiente de trabalho. Tentei integrar música nos encontros e foquei atividades que não demandam tanta escrita e mais reflexão, mas também preparei um dia de atividade só com escrita e criação de textos e poesias livres, para tentar estimular.

Com essa avaliação pude perceber e reafirmar para mim mesmo o quanto o estudante hoje está entediado com o modelo de educação tradicional, inclusive percebi também o que preciso melhorar na minha prática educativa, partindo do ponto de vista dos educandos, pois eles são o foco do trabalho educativo. Pude analisar dificuldades minhas e deles e o que preciso trabalhar para desenvolver as questões trazidas. Agradeço muito a todos os jovens educandos que participaram dessas avaliações e me ajudaram a perceber melhor os pontos que preciso melhorar nessa caminhada enquanto educador e ser humano, muito obrigado!

Bruno Carrasco, outubro de 2012.

1 comentarios:

Claucidia disse...

Ótimo!Adorei a forma como você fez a avaliação dos seus alunos e sua alto avaliação.Parabéns.

Postar um comentário

Sobre as citações

As citações expostas nesta página têm por único objetivo promover e difundir valores culturais e conhecimento, muitas pessoas não teriam acesso de outra maneira a este tesouro cultural pertencente a toda humanidade. De nenhuma maneira se pretende obter algum benefício financeiros por meio disto, e se algum autor ou compositor, representante legal ou contenedor de direitos considera que a exposição de algum material em particular afeta seus direitos de autor, peço que comunique a fim de proceder a remover qualquer link, obrigado.

Facebook