Educação Participativa


DIÁLOGO para a LIBERTAÇÃO


O SUJEITO é o
AGENTE DA AÇÃO
(é quem faz!)


Olhar para o outro e encarar este como sujeito de seu processo individual e coletivo, reconhecendo e estimulando o papel histórico do ser humano, buscando referências de humanização para as relações.


COMO ROMPER COM A CULTURA DO MONÓLOGO?
(quem fala sozinho geralmente pensa que já sabe tudo ou não quer receber nada)

TROCAR PARADIGMAS:
professor = COORDENADOR DE DEBATES
aluno = PARTICIPANTE DO GRUPO
pedir = PROPOSTA, CONVITE (criar consenso)
dar = PARTILHA SEM COBRANÇA
receber = ACOLHIDA E ABERTURA
recusar = ARGUMENTAÇÃO


COMO PROCEDER O DIÁLOGO DIALÓGICO:
  • Reconhecer-se como parte da construção e fazer parte do grupo (construir com);
  • O diálogo é o momento do encontro: encontro de diferentes realidades e diferentes pessoas - respeitando o outro ser, com suas crenças e valores;
  • Respeitar o outro não quer dizer que se tenha que concordar plenamente com o outro - posso discordar do outro e respeitá-lo, a discórdia não é o mesmo que inimizade, cada um tem o direito de ter a opinião que quiser.
  • Agir de modo colaborador e comunicativo: encantar o grupo com o que se tem de bagagem, e ter conteúdo para transmitir;
  • Respeitar o tempo de cada um, pesquisar sobre a realidade das pessoas do grupo.


COMUNICAÇÃO E EDUCAÇÃO:

Estabelecer uma relação de comunidade com as pessoas no encontro, com partilha e troca.
"A comunicação vertical é opressora e se contrapõe à comunicação horizontal que é emancipadora" (Paulo Freire).
Comunicação Horizontal = PARTICIPATIVA


COMO CRIAR ESPAÇO PARA QUE O OUTRO FALE / SE COLOQUE?

  • Dispor o grupo de modo que todos se vejam;
  • Orientar para que, quando um tiver falando, não haja conversas paralelas, mostrando a razão de ser da regra - colocá-las em questão, estabelecendo consenso;
  • Produzir algo com o que o grupo falou - uma espécie de síntese - que pode ser uma colagem, texto, música, frase, etc.;
  • Utilizar diferentes linguagens para as atividades: desenho, música, literatura, dinâmicas, jogos, etc.;
  • Procurar e criar dispositivos de participação, de acordo com o grupo que se está inserido.

_____________________________________
Anotações e reflexões pessoais da última aula do curso de 'Métodos Participativos na Educação', coordenado pela Suzana Coutinho, FACAPA, Pouso Alegre, MG.

0 comentarios:

Postar um comentário

Sobre as citações

As citações expostas nesta página têm por único objetivo promover e difundir valores culturais e conhecimento, muitas pessoas não teriam acesso de outra maneira a este tesouro cultural pertencente a toda humanidade. De nenhuma maneira se pretende obter algum benefício financeiros por meio disto, e se algum autor ou compositor, representante legal ou contenedor de direitos considera que a exposição de algum material em particular afeta seus direitos de autor, peço que comunique a fim de proceder a remover qualquer link, obrigado.

Facebook