Método Paulo Freire

O método Paulo Freire é uma teoria do conhecimento e uma antropologia, consiste numa visão de mundo e de ser humano, tenta responder as perguntas de como o ser humano aprende? e por que o ser humano aprende?

  • Investigação Temática:
    Descobrir em cada pessoa o que ela já sabe, para, partindo do que se sabe, conhecer mais um pouco do que se sabe, e poder conhecer mais do que já sabe também.
     
  • Tematização:
    Descobrir os significados das palavras e temas geradores no dialogo com os educandos, conhecendo o universo vocabular dos grupos de trabalho.
     
  • Problematização:
    Descobrir o significado daquilo que se busca conhecer para a vida de cada um, numa conscientização do aprendido.

O conhecimento não serve para saber mais que o outro, mas para se emancipar e se libertar.

O primeiro momento é o de leitura do mundo, se aproximando de como cada um encara o mundo, de como ele é lido, buscando os elementos que servem para a vida de cada um, partindo das necessidades de cada pessoa.

O segundo momento serve para partilhar o mundo lido, onde todos compartilham seus conhecimentos num dialogo aberto, para que cada um possa conhecer a leitura de mundo do outro.

Por conseguinte chega o terceiro momento, da reconstrução do mundo lido, pois o conhecimento leva a emancipação, onde o ser humano engajado transforma o mundo.

Temos que vivenciar o mundo para modifica-lo, numa educação como pratica de liberdade.

0 comentarios:

Postar um comentário

Sobre as citações

As citações expostas nesta página têm por único objetivo promover e difundir valores culturais e conhecimento, muitas pessoas não teriam acesso de outra maneira a este tesouro cultural pertencente a toda humanidade. De nenhuma maneira se pretende obter algum benefício financeiros por meio disto, e se algum autor ou compositor, representante legal ou contenedor de direitos considera que a exposição de algum material em particular afeta seus direitos de autor, peço que comunique a fim de proceder a remover qualquer link, obrigado.

Facebook